Como fazer Email Marketing: Guia completo


 Como fazer Email Marketing: Guia completo

 

Aprenda agora a criar uma estratégia completa de Email Marketing, capaz de gerar Leads e aumentar as vendas.

Seguindo um passo a passo eficiente, você pode evitar os erros mais comuns dessa prática e garantir que sua campanha esteja pronta antes de enviar aos contatos.

 

Como criar um Email Marketing em 9 passos:

1. Construa uma lista de contatos qualificada;
2. Escolha uma plataforma de Email Marketing confiável;
3. Escolha do remetente;
4. Estratégia bem definida;
5. Ofereça conteúdo relevante;
6. Personalize o conteúdo para seu público: Inclua uma chamada para ação;
7. Inclua uma chamada para ação;
8. Teste e otimize suas campanhas;
9. Faça análise dos seus resultados.

_______________________________________________________________

Por que criar um Email Marketing?

O email marketing é uma das estratégias de marketing digital mais antigas e eficazes. Ele envolve o envio de mensagens de email para uma lista de contatos que optaram por receber suas comunicações. O objetivo do email marketing é estabelecer um relacionamento com os clientes, aumentar a fidelidade e gerar vendas.

No entanto, fazer email marketing da maneira correta pode ser um desafio. Neste artigo, forneceremos um guia completo sobre como fazer seu email marketing sem complicação.



Estratégia de Email Marketing em 9 passos:


1. Construa uma lista de email (NÃO COMPRE):

Para começar a implementar uma estratégia de Email Marketing, é importante pensar em como gerar contatos de email para sua empresa. Existem diversas técnicas de captação de mailing que podem ser utilizadas para otimizar seu website ou suas ações e aumentar sua base de contatos. Confira algumas delas:

 

·         Landing Pages

Produza conteúdo de qualidade e distribua-o através de Landing Pages, onde os visitantes possam cadastrar seus emails.

 

·         Pop-ups contextualizados

Insira pop-ups em áreas estratégicas do seu site, ativando-os somente para visitantes que se encaixam em determinado perfil.

 

No entanto, é importante que os contatos tenham dado permissão para receber suas comunicações. Comprar listas de email não é uma prática recomendada, pois esses contatos não optaram por receber seus emails e podem considerar suas mensagens como spam.

 


2. Escolha uma plataforma de email marketing:

Existem muitas plataformas de email marketing disponíveis, cada uma com seus recursos e preços.

Algumas opções populares incluem o Mailchimp, o Constant Contact, o GetResponse e o ConvertKit.

Essas plataformas permitem que você crie e envie emails de maneira fácil e organizada, além de rastrear o desempenho de suas campanhas.



3. Escolha seu nome como remetente:

Para obter melhores resultados em suas campanhas de Email Marketing, é importante escolher um nome de remetente adequado. Pesquisas apontam que utilizar um endereço de email real, como seunome@empresa.com.br, em vez de um genérico como contato@empresa.com.br, pode aumentar as taxas de abertura e cliques.

 

Ao usar um nome de remetente que transmita pessoalidade, é possível gerar empatia nos usuários e criar um relacionamento mais próximo com eles.

Por isso, escolha cuidadosamente o nome de remetente para suas campanhas de Email Marketing e lembre-se de que ele pode ter um impacto significativo nos resultados obtidos.

 


4. Defina bem sua estratégia:

Ao possuir as ferramentas e a estrutura correta, é crucial direcionar a atenção para a parte estratégica.

 

  Ø  Quem é o seu público-alvo?

  Ø  Quais objetivos pretende alcançar com a estratégia de Email Marketing?

  Ø  Qual a linguagem utilizada pela sua empresa?

  Ø  Como você mede o sucesso dos seus emails?

 

Responder essas questões é essencial para garantir a eficácia da sua estratégia de Email Marketing.

 

Quem é o seu público-alvo?

Durante a etapa de planejamento, você deverá analisar e definir quem é o seu público-alvo, com quem irá se comunicar.

Para planejar com assertividade e economizar tempo, é possível utilizar o Gerador de Personas, uma ferramenta que otimiza o processo de criação de personas e ajuda a definir o público-alvo.

 

Quais objetivos pretende alcançar com a estratégia de Email Marketing?

Para responder a essa pergunta, é preciso estabelecer um objetivo claro. É uma questão que somente você poderá responder: deseja vender, informar, educar, promover seus materiais, gerar indicações?

Com esse foco, ao estabelecer um planejamento, você poderá priorizar as ações com base no objetivo definido e gerar mais resultados para o seu negócio.

 
Qual a linguagem utilizada pela sua empresa?

Sua linguagem é informal, como uma loja de pranchas de surf, ou formal, como um escritório de advocacia? É importante estabelecer uma linguagem padrão para sua empresa e mantê-la.

 

Essa linguagem pode ser baseada na persona definida, sendo uma ótima maneira de gerar empatia através do email e padronizar as expectativas das pessoas que leem seus emails.

 

Como você mede o sucesso dos seus emails?

Sucesso, neste caso, é definido como: tendo em vista o objetivo estabelecido, qual o progresso alcançado?

 

Por exemplo:

 

  Ø  Venda de 10 contas;

  Ø  Geração de 20 novas indicações;

  Ø  Educação de 10 Leads;

  Ø  Download de um aplicativo.

 

Basicamente, trata-se de avaliar a meta estabelecida e quão próxima você está de alcançá-la. É importante ter esse contexto mapeado, pois isso motivará suas ações e o planejamento de seus emails.

  

5. Escreva um assunto atraente:

Escrever um assunto atraente é crucial para o sucesso da sua estratégia de email marketing. Afinal, um assunto criativo e cativante é a primeira coisa que seus contatos irão ver ao abrir a caixa de entrada deles.


Por isso, é importante dedicar tempo e esforço para criar um assunto que seja relevante e que gere interesse no seu público-alvo.


Alguns pontos importantes a serem considerados ao criar um assunto atraente incluem evitar palavras que possam ser interpretadas como spam, como "grátis", "promoção", "clique aqui", entre outras.


Em vez disso, use palavras que despertem a curiosidade do seu público e que estejam relacionadas ao conteúdo do seu email.



 6. Personalize seu conteúdo:

É importante entender as necessidades e interesses de seus contatos para criar conteúdo que seja útil e valioso para eles.


Para isso, é possível segmentar sua lista de contatos com base em informações como idade, localização, cargo, histórico de compras, entre outras. Com essa segmentação, você poderá enviar conteúdo específico para cada grupo, aumentando a relevância e a chance de conversão.


Além disso, é importante que o conteúdo seja personalizado, usando o nome do destinatário, por exemplo. Isso aumenta a conexão emocional entre sua empresa e seu público, criando um relacionamento mais forte


Essa estratégia pode incluir dicas e sugestões, novidades sobre a empresa, promoções e descontos exclusivos, entre outros. O importante é que o conteúdo seja valioso para o destinatário e o ajude a resolver seus problemas ou satisfazer suas necessidades.

 

7. Inclua uma chamada para ação:

A chamada para ação (CTA) é um elemento crucial em uma campanha de e-mail marketing, pois é o que incentiva o destinatário a realizar uma ação específica. É importante que a CTA seja clara, concisa e esteja diretamente relacionada ao objetivo da sua campanha.


Por exemplo, se o objetivo da sua campanha é vender um produto, sua CTA pode ser "Compre agora" ou "Adquira já". Se o objetivo é gerar leads, a CTA pode ser "Cadastre-se agora” ou “baixe o e-book".

 Alguns exemplos de CTAs eficazes incluem:

 

  Ø  "Clique aqui para obter mais informações"

  Ø  "Reserve agora"

  Ø "Inscreva-se para receber atualizações exclusivas"

  Ø  "Compre agora com 10% de desconto"

  Ø  "Agende uma consulta gratuita"

  Ø  "Experimente gratuitamente"

 

Lembre-se de que a CTA deve ser visualmente atraente, com uma cor contrastante e fonte legível, além de estar bem posicionada no e-mail. Certifique-se de que a CTA direcione o destinatário para uma página de destino relevante e otimizada para conversão.



8. Teste e otimize suas campanhas:

Existem diversas técnicas de otimização que você pode utilizar, como testar diferentes horários de envio, assuntos de email, CTAs, designs, entre outros.


Por exemplo, você pode fazer um teste A/B, enviando duas versões de um mesmo email com diferenças em apenas um elemento, como o assunto ou o CTA. Dessa forma, você pode identificar qual versão teve melhor desempenho e, assim, otimizar sua campanha.


Outra técnica de otimização é segmentar sua lista de contatos e enviar emails personalizados para cada grupo. Por exemplo, se você tem uma lista de contatos que se inscreveram para receber conteúdo sobre alimentação saudável, você pode enviar emails com receitas saudáveis e dicas de alimentação para essa lista específica.

 

Além disso, é importante analisar os resultados de suas campanhas e ajustar sua estratégia com base nos dados obtidos. Se você percebeu que uma campanha teve baixa taxa de abertura, você pode revisar o assunto do email e testar uma nova versão para ver se há melhora.

 

 

9. Faça análise dos seus resultados:

Ao concluir a etapa de implementação do seu Email Marketing, é fundamental avaliar seus resultados e aprimorar sua estratégia com base nos dados coletados. A partir desses dados, você poderá obter respostas para diversas perguntas, como:

 

·         Estou segmentando meu público de maneira adequada?

·         Meus emails estão sendo entregues corretamente?

·         Em que medida estou obtendo melhorias?

·         Preciso aperfeiçoar alguma estratégia específica em meus emails?

·         As ofertas que estou enviando são relevantes para o meu público?


Para responder a essas perguntas, você pode seguir um passo a passo para estabelecer análises e testes de Email Marketing.

As principais métricas a serem consideradas são apresentadas abaixo:

 

Emails entregues: Essa métrica permite analisar o volume de envios que você teve no mês, o que é importante para melhorar sua segmentação ou frequência de envios.

 

Aberturas: Esta métrica é importante para entender o número de aberturas que suas campanhas estão tendo em termos absolutos.

 

Aberturas/Entregues (%): Com essa métrica, é possível analisar quantos emails estão sendo abertos em relação ao número de emails enviados, o que ajuda a entender quais campanhas e segmentações estão funcionando melhor.

 

Cliques: O número absoluto de cliques é importante para entender se suas campanhas estão gerando engajamento.

 

Cliques/Entregues (%): Essa métrica ajuda a entender se as campanhas geraram engajamento e se a segmentação, assunto e layout estavam corretos.

 

Cliques/Aberturas (%): Esta métrica é importante para analisar a eficácia do corpo do seu email.

 

Conversões: Essa métrica ajuda a entender o número absoluto de conversões que ocorreram em seu email.

 

Conversões/Entregues (%): Esta métrica permite que você analise a taxa de conversão de seus emails.

 

Bounce: O bounce rate permite analisar quantos emails não foram entregues devido a algum erro.

 

Hard Bounce: Esta métrica ajuda a analisar quantos emails inválidos estão em sua lista, permitindo que você faça uma limpeza na base.

 

Reclamações de spam: Esta métrica ajuda a entender quantas pessoas estão reclamando de seus emails, permitindo que você identifique e melhore os erros cometidos em suas campanhas.

 

Testes A/B (comunicação etc.): Realizar testes específicos em horários, assuntos, layouts, calls-to-action, textos e segmentações pode ajudar a melhorar suas campanhas de Email Marketing.

 

Não se esqueça de analisar regularmente essas métricas e testar melhorias com base nos dados coletados para otimizar suas campanhas de Email Marketing.

_____________________________________________________________________________

Com este artigo, esperamos ter fornecido informações valiosas para que você possa construir campanhas de Email Marketing eficazes. É importante lembrar que a chave para uma campanha bem-sucedida é oferecer conteúdo relevante e personalizado para seus assinantes.

 

Por fim, lembre-se de que o objetivo final de uma campanha de Email Marketing é gerar conversões. Certifique-se de que seus emails tenham uma chamada para ação clara e atraente e que o processo de conversão seja fácil e intuitivo para seus assinantes.

 

Com essas dicas e práticas recomendadas, você estará pronto para criar campanhas de Email Marketing eficazes e alcançar resultados incríveis. Boa sorte! 

 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem